Guia de Monstros

 :: PLayers :: Ajuda

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Guia de Monstros

Mensagem  (ADM)Katz'su em Ter Jun 03, 2008 1:30 pm



O que é um cenário sem seus monstros, vilões e toda sorte de antagonistas? O que seria do herói sem sua donzela para salvar do terrível dragão? O que seria da jovem rebelde sem o tirano opressor para lutar contra? Sem graça para ser bem otimista.

Essa parte é dedicada a falar dos inimigos dos jogadores. Conhecer eles pode ser a chave para criar uma história envolvente, surpreendente e outros “ente” que uma pessoa pode imaginar. Trataremos sucintamente dos maiores vilões de Ragnarok Online: Os Chefes (MVP) e alguns Mini-chefes. Que a invasão comece!

Mini-Chefes

Angeling: Há quem diga que o Angeling seja um Poring vingativo morto de maneira cruel por humanos e há quem diga que seja o anjo da guarda de cada ser aparentado da mais famosa bolinha rósea de toda Midgard. Apesar da aparência angelical, é muito agressivo, atacando junto com seu bando de Poring, Poporing, Drops e Marimqualquer humano que possa fazer mal a qualquer um de seus protegidos. Como forma de ataque, lança-se em direção ao alvo, atingindo-o com seu corpo. È muito cobiçado pelas suas asas, famosas como item de proteção do usuário. É possível encontrar um Angeling em três lugares: Payon, Juno e na Fábrica de Brinquedos.



Anjos da Torre de Thanatos: Baronesa da Retribuição, Dama da Guarda, Senhora do Abrigo e Senhora do Conforto. Esses são os nomes dos quatro anjos que guardam a Torre de Thanatos contra invasores. Acredita-se que sejam personificações das virtudes de Thanatos que protegem o túmulo dele. Entretanto, com as novas teorias falando sobre a origem do lugar, levanta-se a suspeita de que, assim como há Anjos Fajutos, esses seriam demônios que protegem a torre aproveitando-se de seu disfarce angelical para se aproximar e atacar a vítima. E a aparência da Baronesa da Retribuição apenas reforça a segunda teoria.



Arcangeling: Pessoas relataram há tempos terem visto um Angeling azul, mais poderoso e com aliados mais fortes. Não costuma ser visto onde há Porings, então há quem creia que tenha sido expulso por seus protegidos pela sua prepotência. O fato de não andar com nenhum monstro parecido com ele apenas reforça a tese. Suas asas, quando cortadas, assumem a forma de asas coriáceas, negras, como se o coração deste pequeno Arch-Angeling estivesse corrompido. Costuma estar na República de Schwartwald, perdido pelo Planalto de El Mes.



Cavaleiro do Abismo: Alguns oficiais tanto de Geffenia como de Glast Heim venderam suas almas aos demônios que destruiam suas civilizações. Tornaram-se impiedosos oficiais das tropas do Senhor das Trevas, recebendo um corcel negro como as sombras e cessando de envelhecer. Suas aparências se distorceram de forma que todos ficassem semelhantes e fortes. Atacam usando suas lanças e espadas capazes de destruir uma armadura e comandam pequenas tropas de Khalitzburgs, guerreiros condenados a nunca descansar enquanto usasse suas armaduras



Cavaleiro Sanguinário: Geffenia amaldiçoava alguns grandes guerreiros de Glast Heim a ficarem presos eternamente numa armadura ensanguentada, sofrendo na pele as dores daqueles que mataram e enlouquecendo com o passar dos anos. Também cessam de envelhecer, associando a força e o vigor de sua juventude, com a loucura e uma armadura muito resistente. Em resposta, os arcanos da capital humana aprenderam a mesma maldição, lançando-a contra alguns elfos que passaram a usar a mesma armadura. Estão sempre à procura de novas vítimas para saciar o desejo por sangue de suas mentes insanas e não irão parar enquanto não forem mortos.



Chepet: Um dos monstros da Fábrica de Brinquedos do Papai Noel, parece uma boneca que tem um monstro no avental. Graças a isso, o pequeno monstro ganha a vantagem, uma vez que ele é o corpo todo. Ataca com um gigante palito de fósforo, tentando atear fogo em seus inimigos. É um dos guardiões da Fábrica e sempre está acompanhado de Presentes, monstro que assumem essa forma para servir de armadilha aos incautos.



Deviling: Um dos monstros da família dos Porings que se permitiu corromper pela maldade. É dominador, comandando os que se submetem a ele com mãos(?) de ferro. Possui uma coloração roxo-escuro transparente e um olhar completamente sombrio se comparado ao de seus subordinados. Costuma atacar aventureiros despreparados ou incapazes de se defender por qualquer causa. Suas asas coriáceas possuem um elevado valor no mercado, bem como a carta feita da essência dele. Costuma estar próximo ao Angeling, com quem vive em guerra pelo controle dos Porings.



Dragão Mutante: Dizem as lendas que os dragões mais inteligentes eram capazes de se transformar em humanos. Essa lenda é reforçada pela existência do Dragão Mutante. De longe, parece um humano em farrapos, mas basta aproximar-se para notar que ele é todo coberto por escamas, possui uma asa e um de seus braços é o pescoço e a cabeça de um Dragão. Os estudiosos dizem que é um estado intermediário, porém estudar um desses é difícil, pois são hostis à presença de seres não reptilianos e atacam com as poderosas baforadas de seu braço. Alguns podem ser encontrados nas imediações do Lago do Abismo ou dentro do Mangue Zenhai.



Eclipse: Um Lunático maior, mais forte, de pelo azul que age como um lobo alfa. É comum atacar outros seres que invadem seu território. Ataca jogando-se de cabeça no inimigo, aproveitando-se de seu peso para tentar machuca-lo. Apesar de tudo, não representa ameaça para aventureiros experientes. Dizem que esse tipo de Lunático nasce apenas durante os eclipses do Sol. É encontrado mais ao Norte de Prontera.



Executora: Antigas espadas usadas para matar os condenados à morte. Suas lâminas beberam tanto sangue que se viciaram, adquirindo um fio tão cortante que as levava até seu alimento rapidamente. Entretanto, não adquiriram inteligência. Quem as empunha é um tipo de corrente mágica inteligente e sádica, capaz das maiores atrocidades. Esses monstros compactos foram criados por alquimistas e foram lançados como armadilhas durante as guerras entre elfos e humanos e, também, colocados como guardiões da Torre do Relógio. A corrente, depois de destruída, refaz-se em alguns dias, retomando sua sede por sangue.



Gemni S-58: Uma das experiências hediondas do Laboratório de Somatologia. Não se sabe qual era o tema da pesquisa, mas esses dois gêmeos alternam de lugar o tempo inteiro, sendo em um momento o menino e no outro, a menina. Atacam se separando e aproveitando a instabilidade energética para disparar feixes de energia contra seus inimigos. Quando são atingidos, os corpos dos dois se sobrepõem numa figura horrenda. Quando derrotados, a energia que os mantém acaba e ambos viram pó, apenas para absorver o calor do ambiente e se refazerem.



Gerente: Uma máquina montada para ser o maior protetor da Torre do Relógio em Al De Baran. Possui complexos sistemas de engrenagem que confere grande força a seus golpes de cajado, além de um sensor onde deveria haver uma cabeça, tornando impossível surpreende-lo. Como foi criado com Magia, possui um ataque capaz de cancelar todas as magias e habilidades de um usuário. O Gerente apenas atacará se atacado ou se alguém estiver danificando a Torre, quando ataca com força total. É um oponente respeitável, e aventureiros menos preparados podem acabar morrendo se enfrenta-lo.



Ghostring: O fantasma de um Poring que nunca conseguiu descansar em paz. Odeia todos os seres vivos, principalmente os humanos, raça daquele que o matou. Sua fúria na morte foi tamanha que outros fantasmas seguem-no por admiração (e alguns por medo dele). Não estando mais limitado à sua forma física, consegue usar punhos feitos do mesmo material que ele para golpear seus inimigos. Pode ser encontrado no final do Deserto de Sograth.



Grifo: Um raríssimo animal que mistura o corpo de um leão com a cabeça, asas e garras de águia. São animais vorazes e sempre famintos, atacando qualquer animal que possa servir para se alimentar. Só existem três lugares onde uma pessoa pode encontrar uma dessas raríssimas bestas, tão cobiçadas pelas suas garras: Pântano de Kalala, em Umbala; Fortaleza de Saint Darmain, em Comodo, e nas Planícies de Ida, em Rachel.



Hydrolancer: Há a lenda de antigos dragões de três cabeças, cada uma diferente e representando fogo, gelo e trovão. Com a descoberta do Lago do Abismo, essa lenda se mostrou verdadeira. Dragões do tamanho de três homens, comandando um pequeno grupo de dragões menores e que demonstram alguma inteligência na hora de atacar. A cabeça é muito cobiçada como um troféu de caça, então muitos aventureiros ousam desafiar o Lago em busca de glória.

avatar
(ADM)Katz'su
Admin

Mensagens : 45
Data de inscrição : 11/03/2008
Idade : 28

Ver perfil do usuário http://deathro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Guia de MOstros

Mensagem  (ADM)Katz'su em Ter Jun 03, 2008 1:33 pm

Jirtas: Uma princesa demônio sádica que ama torturar os humanos para seu deleite. Costuma enterrar estacas de aço em seus corpos e os força a andar nus, criando o que chamamos de Injustiçados. Veste-se com roupas de couro que realçam suas pronunciadas curvas e carrega consigo um chicote que usa para açoitar quem quiser ao seu bel prazer. Por ser do mundo das Trevas, atravessou para Glast Heim durante a tomada do lugar, sendo que, quando derrotada, apenas retorna a seus domínos e aguarda sua próxima chance de voltar.



Leib Olmai: Um Pé-Grande roxo, maior que os próprios Sasquatch de Lutie, que nasce a cada lua minguante. Usa de suas garras para rasgar as defesas e a carne de seus oponentes em golpes rápidos e precisos, diferente dos outros de sua espécie. Possui grande força e habilidade, se tornando um páreo duro mesmo para aventureiros com alguma experiência. Há quem diga também que esse seja um Pé-Grande das trevas, já que existe em regiões onde há demônios por perto, como o Labirinto da Floresta e a Tumba Real.




Libélula: Habitando o Sul do Deserto de Sograth, esta é uma Chon Chon com uma casca muito mais resistente que as Chon Chon de Aço. Muito agressiva, ataca na forma de enxame todos aqueles que ousarem pisar em seu terreno de caça. Suas pancadas são fortes e aproveitam a dureza da sua casca para ferir seus inimigos.



Líder Goblin: O líder da tribo dos Goblins. Capaz de enfrentar humanos de baixo a moderado poder, domina os outros de sua raça pela sua força e seu tamanho, impondo sua vontade àqueles que se submetem e expulsando ou lutando contra quem o contesta. Recentemente, devido à derrota para os Orcs, os Goblins tornaram-se uma subdivisão dos Orcs, servindo de linha de frente junto com os Kobolds. Costumeiramente está em sua tribo, ao sul das Terras Orcs.



Líder Kobold: O líder dos Kobolds, diferente de todos de sua “matilha”. Diz a lenda entre os Kobolds que aqueles com a coloração negra de pelo são os maiores guerreiros de sua espécie, e todos os líderes comprovaram isso até agora. Durante a conquista dos Orcs, resistiram bravamente, sendo que o Senhor dos Orcs permitiu que ainda tivessem suas terras. Entretanto, nenhum Orc respeita um Kobold, achando-os fracos e pequeninos.



Lobo Errante: O macho alfa da maior matilha de Lobos que há na região florestal ocupada por Morroc. É muito territorialista, atacando qualquer invasor com ferocidade e força acima das de um lobo comum. Possui uma cicatriz em “X” na fronte, marca de outras batalhas com outros lobos e homens. Sempre que um alfa morre, outro assume seu lugar.



Mantis Assassino: Os Louva-a-Deus geralmente evitam usar suas afiadas foices quando lutam, apenas em legítima defesa. São guerreiros honrados, que nunca tiram vantagem de suas armas contra oponentes desarmados. Alguns, no entanto, são diferentes. Lutadores violentos que apenas desejam saciar sua sede por sangue. Por serem muito fortes, conseguem liderar diversos de sua espécie, criando quase que verdadeiras escolas na arte do Mantis Assassino. Felizmente, esse tipo de monstro só é encontrado no Labirinto da Floresta, de onde nunca deseja sair.



Mastering: Um Poring mutante que se superdesenvolveu. É muito volumoso, atingindo o tamanho de um homem adulto, e só ataca quando se sente ameaçado. È acompanhado por outros Porings que admiram a valentia e o tamanho de seu amigo e, quando ele corre perigo, todos partem em defesa de seu guardião. É um grande desafio para aventureiros sem treino, porém não representa terror algum a aventureiros com alguma força. É rotineiramente encontrado em Juno e na Fábrica de Brinquedos.



Mysteltainn: A espada que foi usada para matar Balder quando Höder, o deus cego do inverno, foi enganado por Loki e levado a mata-lo. Dizem que muitos humanos tentaram copiar a espada, e isso foi prato cheio para os alquimistas de Glast Heim que desenvolveram as correntes animadas. Dando a elas as cópias dessas espadas, criaram monstros que desprezam os vivos, matando e chacinando qualquer um que não se curve ante sua superioridade. Pode ser encontrada em Glast Heim, onde ainda existem cópias da espada, e Geffenia, onde a espada foi usada como armadilha para elfos incautos.



Quimera: Os alquimistas recriavam monstros em seus laboratórios para lutarem por eles. Um deles decidiu dar um passo a mais, passando a misturar animais. Suas criaturas misturavam serpentes, símios e outros animais para formar guerreiros perfeitos, juntando o que tinha de melhor em cada espécie. Essas eram as Quimeras. Porém, suas crias eram sedentas por sangue, matando por prazer e não apenas para se alimentar. Uma delas escapou, matando todos as outras além de seu criador. Não se sabe precisamente onde ela está atualmente, mas quem a encontrar, deve preparar-se para a luta imediatamente.



Sapo Cururu: Uma variante dos Sapos de Rodda, este é um exemplar maior, mais faminto e mais preguiçoso. Como todos os monstros mais fortes de sua raça, costuma ser territorialista, atacando com seu bando em número superior. Usa sua forte língua e um forte cuspe de água para atacar os oponentes. É facilmente encontrado nas imediações das Terras Orcs, em Geffen.



Tirfing: Alguns ferreiros enlouqueciam enquanto buscavam fazer a espada perfeita, capaz de destruir qualquer coisa, cortar através de qualquer armadura. O mais próximo que esses mestres chegaram foi Tirfing. Após enlouquecerem, todos, inexplicavelmente, caminhavam para a manufatura dessa espada. Usando de magia para torná-la inteligente, a própria loucura deles corrompia a mente da arma, tornando-a assassina e maníaca por batalhas. Algumas dessas raras armas podem ser encontradas vagando por Midgard, seja em Geffenia, seja fora dela.



Ungoliant: Um grande inseto rasteiro, capaz de atingir o peito de um homem adulto em altura e o dobro em comprimento, esse grande predador surgiu devido à escória metálica que Einbroch despeja em torno de sua cidade. Esse tipo de inseto absorveu os resíduos metálicos e, graças às mutações, cresceu até atingir o imenso tamanho que tem. Possui pinças devastadoras, capazes de rasgar o aço como se fosse papel. Quanto aos Porcelio que acompanham, como se alimentam de detritos, aproveitando os restos da alimentação do Ungoliant, tal como as Hienas.



Vocal: Um Rocker capaz de emitir sons melodiosos sem usar instrumento algum. Os membros de sua raça seguem-no para continuar tocando sua música em conjunto com essa variedade rara. Odeiam ser interrompidos em suas sinfonias (que, diga-se de passagem, são terrivelmente desafinadas) e atacarão qualquer um que ousar atrapalhar sua "arte". Apesar de não tocar, carrega consigo um violino, o qual usa para acertar a cabeça dos outros que o desrespeitarem. Normalmente é encontrado no fim do Mar de Geffen, onde a terra abre-se em “V”.


_________________
_______________________________________________________________
=================================================
_______________________________________________________________






Nerds Tb Jogam RPG!!!!!!!
Equip DeathRO !!!!!!!!!
avatar
(ADM)Katz'su
Admin

Mensagens : 45
Data de inscrição : 11/03/2008
Idade : 28

Ver perfil do usuário http://deathro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 :: PLayers :: Ajuda

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum